Blog

Liszt Rangel

Liszt Rangel

Liszt Rangel é jornalista, psicólogo, com atuação clínica, de base analítica, e historiador, com pesquisas acerca das Civilizações Antigas. Há quase 20 anos se dedica a estudar o Jesus Histórico e o Cristianismo Primitivo, realizando investigações na Europa, Oriente Médio e África. Como escritor, já publicou dez livros, sendo cinco livros na área da Psicologia.

"Entre o homem e a mulher, há o amor. Entre o homem e o amor, há um mundo. Entre o homem e o mundo há o muro."

AS RELIGIÕES QUE O MUNDO ESQUECEU

O livro foi publicado pela Editora Contexto e tem 216 páginas. Trata-se de uma boa aula acerca da Antiguidade com seus deuses. Foi organizado pelo Doutor em Arqueologia, Pedro Paulo Funari, que conseguiu compilar textos de sérios pesquisadores na área da Teologia, da História e da Arqueologia.

O Filme de fato, tem algo especial. No início você chega até a pensar que se trata de mais um daqueles roteiros, estilo Divergente. Mas, não é bem por aí...

Desde que a Rede Globo assumiu o espetáculo encenado em Fazenda Nova, os astros da plim plim sempre atraem multidões que deliram para ver Fábio Assunção, Marcelo Antoni, Humberto Martins, e este ano um tal de Igor sei lá das quantas, enfim... a mulherada e a rapaziada não sossegam e com essa histeria, as falas dos atores ficam entrecortadas por causa da tietagem.

O maravilhoso e o sobrenatural, sempre exerceram fascínio sobre o Homem. Quer na intimidade dos templos romanos na companhia das vestais, quer ao lado das sensitivas egípcias, ou através da boca profética dos filhos de Israel, o mundo desconhecido do além-túmulo sempre atraiu a curiosidade e a satisfação dos interesses humanos.

Jorge Ben Jor em sua swingueira sacudiu o povão em todo o país com a música W/Brasil (Chama o síndico). O cantor já era conhecido por misturar vários ritmos musicais típicos de um Brasil que tem vários brasis. E na referida música Jorge fala de um síndico.

Durante as entrevistas que fiz com teólogos e historiadores para a publicação de meu documentário, Jesus e Cristo - O Nascimento de um Mito, entre tantos relatos, uma certa colocação feita por um teólogo, chamou a minha atenção. Ele disse: "Liszt, pode a ciência provar que Jesus não nasceu em Belém, e sim em Nazaré, mas o meu Cristo da Fé sempre nascerá na manjedoura em Belém, e será visitado pelos magos!"

Eu pensei, "que lindo!" Bem, diante daquela frase, pensei depois em desistir, mas insisti e lhe disse: "Nem se achássemos o registro dele em um cartório na Galileia?" Ele sorriu... e respondeu: "Nem assim, pois o que eu faria com a minha crença?"

E continuei a entrevista...

Conta uma antiga lenda que...
Certa feita estava ocorrendo uma grandiosa festa em um magnífico palácio medieval. Os convidados superlotavam os salões. Pessoas da nobreza, do clero, da vida pública se multiplicavam, disputando espaço para serem vistas pelo anfitrião, o Rei. Ele oferecera a oportunidade para que todos os que frequentavam a sua corte, pudessem gozar de sua companhia piedosa e desfrutassem, também, do luxo, da pompa e das orgias sexuais que sempre ao final da noite, tomavam conta da alcova palaciana.

Não raro, vemo-nos envolvidos em tramas que se desdobram como pequenas marolas e que logo se tornam ondas gigantescas. A dissimulação associada ao caráter de cinismo, acusa uma postura leviana e que, geralmente, causa revolta, ingratidão, dor psíquica, raiva e até ódio.
As causas desses males, ignora-se. Sabe-se o porquê? Ainda que sim, pouco importa, pois que são por demais complexos, porque refletem uma estrutura, também, intricada e engenhosa, a personalidade humana.

Quando finalmente poderei falar de quem sou e de como vivi?

Não lhes interessa saber que meus pais foram pessoas jovens, ainda adolescentes quando vim ao mundo? E que tenho a honra de ter sido o filho de um construtor de casas e de uma campônia que reunia na mesa seus filhos e filhas saídos de suas entranhas? Por que acreditam que ela seria menos digna como mulher se não tivesse amado meu pai? As mulheres não amam? Eu sempre estive em companhia delas e lhes asseguro, elas amam...

Página 1 de 5